Telefone
contato@vansetto.com.br
Informativos-Tecnicos
Parceiros
Noticias
Grupo
D E VANSETTO Representações
Ver-Noticia
Frango Vivo: Semana encerra com recuperação de preços
13/10/2015
Na sexta-feira (09), os preços encerram estáveis nas principais praças de comercialização para o frango vivo, após diversas valorizações registradas. Nesta semana, o mercado correspondeu às expectativas de analistas, que esperavam alta de preços com a virada do mês, quando a reposição é maior. Segundo analista da Safras & Mercados, Fernando Henrique Iglesias, a demanda aquecida foi um dos fatores que fizeram o mercado retornar as valorizações de preços, que estavam estagnados há algumas semanas. “Em tempos de crise, o frango permanece como a proteína animal de preço mais acessível à população, o que tem ajudado na valorização dos preços”, comenta. Por outro lado, as altas também servem para recuperar os altos custos de produção registrados. Segundo o presidente da APA (Associação Paulista de Avicultores), Érico Pozzer, nas últimas semanas componentes importantes para a ração dos animais - milho e farelo de soja - tiveram alta significativa. "Em função da alta do dólar e fatores internos, nós tivemos um aumento do milho em torno de 34% e o farelo de soja que foi de mil reais a toneladas no final de agosto para 1.300 reais em setembro", explica. As expectativas são de novas altas para o mercado nesta primeira quinzena, pelo período de maior reposição por parte dos frigoríficos, devido ao recebimento dos salários.  “O feriado da próxima semana também pode influenciar em uma demanda mais aquecida”, explica Iglesias. Já Érico Pozzer conta que o volume de compras chega a subir cerca de 5 a 6% nos últimos meses. De acordo com o levantamento realizado pelo economista do Notícias Agrícolas, André Lopes, as maiores altas da semana foram registradas em Chapecó (SC) e Palmitos (SC), com valorização de 3,96% e negócios a R$ 2,10/kg. Já em São Paulo, após duas altas consecutivas na semana, os negócios encerram a R$ 3,00/kg e alta de 3,45%. Em Minas Gerais, a semana também foi de recuperação de preços, com valorizações consecutivas na praça. Segundo informações da Avimig (Associação dos Avicultores de Minas Gerais), a cotação subiu 3,23% e o vivo está valendo R$ 3,20/kg. Exportações Nesta semana, não foram divulgados os dados parciais de outubro, que deve acontecer na próxima terça-feira (13). Porém, Iglesias projeta que o mês possa encerram com 365 e 375 mil toneladas de carne de frango in natura. “O cenário segue favorável às exportações de carne de frango, ainda que a desvalorização do real frente ao dólar tenha diminuído durante a semana”, informa. Em setembro, os embarques chegaram 333,1 mil toneladas, com média diária de 15,9 mil toneladas, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Os dados apresentam queda 3,4% aos embarques de agosto, enquanto em comparação com setembro de 2014 há uma alta de 5,3%. Em receita, as exportações somam US$ 517,4 milhões, com média diária de US$ 24,6 milhões. Comparado com o mês anterior, há uma queda de 8,9%, enquanto em relação a setembro do ano passado, esta queda é de 14,5%. Já o valor por toneladas encerrou o mês a US$ 1.553,4.  Fonte: Notícias Agrícolas/  AveWorld