Telefone
contato@vansetto.com.br
Informativos-Tecnicos
Parceiros
Noticias
Grupo
D E VANSETTO Representações
Ver-Noticia
Semana inicia com novas altas no RS e PR
25/08/2015
Na segunda-feira (24), os preços para o suíno vivo deram continuidade ao cenário de recuperação, com alta nas cotações em algumas das principais regiões. Na última semana, diversas praças vinham apresentando aumento nas referências aos produtores independentes, como um reflexo da melhora na comercialização e também do bom momento nas exportações. No Rio Grande do Sul, a pesquisa semanal realizada pela Acsurs (Associação dos Criadores do Rio Grande do Sul) demonstrou alta nos valores pagos aos suinocultores independentes, de R$ 0,09. Com isso, a média doestado inicia a semana em R$ 3,28 pelo quilo. Aos produtores integrados a média passou de R$ 2,87/kg para R$ 2,86/kg. Segundo o presidente da Acsurs, Valdecir Folador, a demanda está aquecida no estado, em que acredita que o momento é de recuperação para o mercado. No Paraná, a Bolsa de Suínos também sinalizou alta de preços. Segundo a APS (Associação Paranaense de Suinocultores), a referência para semana subiu R$ 0,03, fechando em R$ 3,20 pelo quilo do vivo. Na última semana, os preços já haviam subido no estado.  Em Santa Catarina as expectativas também são de alta nos preços, que segundo o presidente da ACCS (Associação Catarinense de Criadores de Suínos), Losivânio de Lorenzi, deve ser de R$ 0,10. Ainda segundo o presidente, os negócios estão aquecidos e já há relatos de indústria comprando de suinocultores independentes. Ainda nesta segunda-feira também ocorrem as reuniões de bolsa de São Paulo e Minas Gerais, que podem trazer novas valores para esta semana. Na sexta-feira (21), o estado paulista havia divulgado informações de vendas acima da referência.  Em Holambra foi realizada a venda de 530 suínos a R$ 69/@ e em Brotas com a venda de 660 suínos a R$ 70/@. Exportações O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) trouxe os números de embarques de carne suína in natura até a terceira semana de agosto – 15 dias úteis. Em volume, as exportações acumulam 29,8 mil toneladas, com média diária de 2 mil toneladas. Comparando com julho deste ano, os números representam queda de 16,7%, enquanto em relação a agosto de 2014 a média diária apresenta alta de 17,8%. Em receita, os embarques somam US$ 77,8 milhões, com média diária de US$ 5,2 milhões. O valor por tonelada ficou em US$ 2.605,9, que em comparação com agosto do ano passado apresenta baixa de 29,1%.  Fonte: PorkWorld