Telefone
contato@vansetto.com.br
Departamentos
Informativos-Tecnicos
Parceiros
Noticias
Grupo
D E VANSETTO Representações
Produtos
 OVINOS / CAPRINOS
Afisterone

Composição

Cada 100 mL contêm:

Progesterona cristalizada ..................................................................... 1,0 g

DL acetato de tocoferol (vit. E) ...............................................................0,5 g

Veículo q.s.p. ........................................................................................100 mL

 

 Indicação

Esterilidade subjetiva, aborto precoce (comum em éguas), cio muito intenso ou prolongado, cisto ovariano, ninfomania, microcisto ovariano (ovário cístico) e efeitos secundários devido a tratamento por estrogênio.

 

 Espécies

Bovinos, Equinos.

 

 Modo de usar

Esterilidade subjetiva: com ciclo estral regular e atribuído à evolução progestágena insuficiente do endométrio, administra-se por via intramuscular 10 a 20 mL a partir da cobertura ou da fecundação artificial.

Aborto precoce (comum em éguas): causado por deficiência endógena de progesterona, não sendo indicado em casos de aborto por causa infecciosa: 10 mL por via intramuscular, repetindo a cada 8 dias.

Cio muito intenso ou prolongado: administram-se 5 mL por via intramuscular no início do cio.

Cisto ovariano, ninfomania: neste caso, continua como terapia específica de eleição a gonadotrofina luteinizante, sendo possível obter resultados positivos em alguns casos com a progesterona, usando doses bastante baixas e repetidas, ou seja, 5 mL a cada 4 ou 5 dias, até a obtenção dos resultados.

Microcisto ovariano (ovário cístico): é oportuno associar ao tratamento à base de gonadotrofina luteinizante, o AFISTERONE, à dose de 10 a 20 mL. A injeção será sempre por via intramuscular, por se tratar de solução oleosa.

Efeitos secundários devido a tratamento por estrogênio: excitação genésica exagerada ou prolongada, vulvite, relaxamento dos ligamentos sacro-isquiáticos, diminuição da secreção láctea. Nestes casos, o AFISTERONE faz voltar rapidamente o equilíbrio funcional, devido ao antagonismo fisiológico exercido pelo hormônio luteínico no confronto com o estrogênio, natural ou sintético. Nestes casos, a posologia dependerá da sintomatologia: entre 10 e 20 mL.

 

 Período de Carência

Não é necessário desprezar o leite dos animais tratados. Não há restrição para o abate após a aplicação.

 

 Observações

Conservar em local seco e fresco, ao abrigo da luz solar, fora do alcance de crianças e animais domésticos. Venda sob prescrição obrigatória e aplicação sob orientação do Médico Veterinário.

 

 Validade

De 2 anos após a data de fabricação.

 

 Apresentação

Frascos com 20 mL.

 

 Registro

Licenciado no Ministério da Agricultura sob nº 9338 em 19/08/2007. PRODUTO IMPORTADO

Produtos-Semelhantes
ADE